Wednesday, October 15, 2008

Ilustrando


Essa foi uma ilustração para a Dragon Slayer.

Só quando me pediram para fazê-la, eu percebi que fazia mais de um ano que eu não ilustrava. Até achei que eu não sabia mais ilustrar, de tanto ficar preso aos quadrinhos.

Antigamente eu achava que fazer as duas coisas era igual, que fazer páginas era só fazer uma ilustração por quadrinho... que ingênuo. hehehe

No final, as duas coisas são diferentes. Acho que foi o Greg que falou sobre isso em uma entrevista.  Quando você faz uma página, há espaço e tempo, e você acaba fazendo coisas que nunca faria em uma ilustração.

Na ilustração , acho que o principal é tentar ser "sintético" (posso estar falando uma grande besteira). Afinal, você precisa "contar uma história" em uma cena. Quando você desenha um guerreiro, por exemplo, o ideal seria  conseguir passar um pouco da história dele através daquela imagem. Cicatrizes, amuletos, espadas quebradas, o corte de cabelo, a expressão do personagem. Nessa ilustração, eu queria passar algo sobre a aliança negra e sua divisão: o bugbear com um machado, marchando à frente, como um tug; a infantaria pesada, e toda uma indumentária de "man at arms"; o goblim ladino e engenhoqueiro, que tira vantagem do seu tamanho;  o hobgoblim mago, mais inteligente, um vilão, não um monstro. Depois que esbocei os três, senti um vazio, precisava de mais um elemento para o fundo. Rapidamente me veio a idéia do ogro, grande e burro, uma fera no comando dos seres mais inteligentes. Repare que ele tem correntes nos pulsos. Em questões técnicas, eu tentei fazer uma perspectiva tonal no lápis, tanto na intensidade do traço, quanto na quantidade de detalhes que vai sumindo. De novo no ogro: ele é bem mais claro e com menos detalhes, quase como um elemento de cenário. =]

Bem, sei que eu não sou um grande ilustrador, mas eu tento. Um dia, quem sabe, serei como os grandes Wayne Reynolds ou Tod Lockwood. E a Wizards deveria prestar mais atenção na arte de seus livros, heim. =]

Abs

7 comments:

Georges Duarte said...

FODAH...

Dizem que a imagem diz + q 1000 palavras, mas nesse caso o texto serviu muito bem pra entendermos e pq de cada detalhe estratégico.

E valeu pelas indicações, Todd Lockwood é mto bom msm, o outro eu não achei.

Damaran said...

tuas ilustrações são mesmo ótimas Ig. cara, eu queria saber quanto você cobra por ilustração?

abraço

Damaran said...

ah e pode responder aqui: mfunfas@gmail.com, ou no meu blog mesmo. abraço

Daniel R said...

Você É um grande ilustrador sim, cara. Sou teu fã! Até quase te paguei por uma ilustração há um tempo atrás (mas faltou grana na época, hehehe).

Eu tive muita dificuldade em desenhar um bugbear (se tu quiser dá uma olhada lá no Pensotopia), tu pegou os mesmos princípios que eu usei pra não deixar o bicho ridículo e ainda melhorou. Muito bacana mesmo.

mercadovisual said...

Fala Ig, blz?
Parabéns pelos desenhos e textos. É sempre legal ver um blog que casa bem textos e desenhos. Seu trabalho é muito bom. Te conheci na Fest Comics. Vc tava conversando c/ Renato Guedes antes do início da palestra dele, lembra? Eu havia te reconhecido pela pergunta que fez ao gêmeos, pela tatuagem e, não leve a mal, pelo sotaque mineiro, kkkk.
Sucesso,
Gilberto

MAURO BARBIERI said...

Valeu pelo toque, ig obrigado!

EDDE WAGNER said...

Ótimo! Seus trabalhos são foda!